Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO Capítulo 76

Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO Capítulo 76

Capítulo 0076

Era quase o horário de saída do trabalho, mestno assim, Ethan ainda estava em seu escritório. Ele não queria sair dali, pois sabia que se fosse para casa, encontraria Eva, que o aguardava cheia de conversas e cobranças. Os dois estavam namorando há um bom tempo e tudo ocorria bem, já que a maioria do relacionamento sempre foi à distância. Entretanto, ele sabia que não conseguiria prolongar o namoro para sempre, primeiro, deu a desculpa dos estudos. Sempre estava ocupado para ela, já que estava fazendo a sua pós–graduação em outro país, após isso, o novo cargo na empresa do pai, que por mais que tentou fugir, teve que vir tomar o seu posto.

Sentado na sua enorme cadeira de seu escritório minimalista, ele tentava entender como chegou até aquele ponto. Sua vida era tão boa e sem preocupações, e em questão de meses, tudo virou de ponta a cabeça. Olhando para a tela do seu computador, via pelas câmeras de segurança, sua secretária, que parecia arrumar suas coisas para ir embora para casa.

A vida dela parecia tão tranquila. Parecia que Rafaela não tinha problema algum na vida.

Por que a sua vida não poderia ser daquele jeito também?

Por mais que não demonstrasse, se sentia bem ao lado dela, pois Rafa o fazia se lembrar do tempo que não precisava se preocupar com nada. Onde ainda era ingênuo, ao ponto de confiar nas pessoas.

Por que ela lhe despertava esses sentimentos? Se havia provado na pele que as pessoas não valiam a pena.

Havia dado tudo de si há alguns anos e tudo que recebeu em troca, foi o desprezo e as duras palavras da mulher que mais amou no mundo.

“Você não é forte o suficiente para nos proteger, e ter um filho seu, será um castigo. Essa criança só sofreria no mundo, eu fiz isso pensando no futuro dela e no meu.”

Se lembrar das cenas que presenciou, o fez desacreditar no mundo, e na sua capacidade que poderia mesmo proteger alguém indefeso, que foi vítima de uma pessoa gananciosa.

Tentou esquecer aquilo, focando novamente na tela do computador, onde observava Rafaela.

Pegando o seu celular, olhou para as fotos que tiraram no Japão e a enviou, e pela tela do computador, a observava, esperando ver qual seria a sua reação.

[…]

Rafaela estava desligando o seu computador, quando ouviu o toque de notificação no seu celular. Ao ver o nome de Ethan, temeu com o que ele poderia querer naquele horário, mesmo que achasse que ele já devia ter ido embora para casa. Abrindo a mensagem, se surpreendeu, ao ver as fotos que havia tirado no Japão. Um pequeno sorriso brotou em seus lábios, pois as fotos ficaram boas, apesar de ele ter tirado elas quando estava bêbado. Rolando para o lado, vendo

Apagar a foto ou não? Se questionou.

+15 BONOS

Aproveitou estar sozinha ali, com celular na mão, enquanto dava zoom no rosto de Ethan, apreciando cada parte perfeita de seu lindo rosto, assumia mentalmente que estava completamente apaixonada por ele.

Então esse é o meu destino, amar e nunca ser amada?

– sussurrou.

Não importa onde estivesse e para quem trabalhasse, parecia que sempre sería assim.

Pegando a sua bolsa para sair dali, se assustou com a porta do escritório dele sendo aberta.

Já está indo para casa? ele perguntou.

Sim

respondeu assustada, bloqueando rapidamente o celular, com medo dele ver o que

estava fazendo.

O que vai fazer para o jantar?

O quê?

– o questionou sem entender

O que irá fazer hoje a noite para o

ja

Não sei, hoje é o dia da Kate cozinhar.

Para mim está ótimo, eu aceito o que tiver

O que está tentando fazer?

Vou jantar com vocês.

Não vai não! – respondeu rapidamente.

Por quê?

respondeu.

-Por que o meu chefe quer ir comer na minha casa?

perguntou.

Vai mesmo me negar um prato de comida?

Não é isso

gaguejou.

O que pretende Ethan? É melhor você ir para a sua casa.

ir

para casa

respondeu.

Não quero

Então vá jantar em algum restaurante, ou vá para casa de um amigo, sei lá.

Não tenho amigos aqui explicou. Mas a parte do restaurante eu gostei. Vamos jantar juntos?

Não, muito obrigada.

Não faça isso comigo, eu não quero comer sozinho.

+15 BONOS

-Então convide sua namoradatenho certeza de que ela irá amar a sua companhia. respondeu pegando a sua bolsa. Se não precisa de mim, estou indo. Boa noite, senhor, Ethan.

Virando as costas para sair dali, caminhou em direção ao elevador, mas foi acompanhada por

ele.

Vai mesmo fazer isso?

a questionou, entrando no elevador com ela.

Ethan, eu não quero ter nenhum contato com vocêque não seja profissional.

Rafaela…

Não. Não fale mais nada -o interrompeu. Você prometeu que respeitaría o meu espaço, então por favor, não me obrigue a pedir demissão desse emprego, que preciso tanto.

ser mais gentil com o seu chefe.

Se você tem tanta necessidade

dele, caso não corresponda às suas investidas? Então é assim que vai fazer? Vai

me, as ela se esquivou.

Claro

não. que

Tentou tocar a

sua

Eu já disse que não é isso que almejo para a minha vida, então por favorse quer trair a sua namorada, arrume alguém que esteja disposta a isso.

A porta do elevador se abriu, e ela saiu dali depressa, tentando se afastar o máximo dele. Enquanto ia para o lado de fora do prédio, esperar por Kate, observou Ethan passar em direção ao estacionamento.

Espero que

ele

pare com isso.

Falava baixinho, tentando controlar as batidas de seu

coração.

Ethan entrou em seu carro nervoso, sentindo vontade socar tudo o que achava no caminho. Não havia escolhas, precisava ir para casa enfrentar Eva.

As coisas eram mais fáceis antes, mas agora, parecia que não conseguia encará–la, sem vontade de terminar tudo o que ele mesmo começou.

Ao chegar no seu apartamento, e ao abrir a porta, já sentiu o cheiro de comida pronta. Eva estava cozinhando. Olhando para a sala de jantar, viu a mesa posta, com uma garrafa de vinho e duas velas acesas. Respirou fundo, tentando manter o controle. Se aproximando da mesa, soprou as duas velas, apagando–as.

Eva percebeu a atitude dele, mas resolveu ignorar.

Que bom que chegou se aproximou, dando lhe um selinho.

Ela vestia um vestido justo, vermelho, com um decote que valorizava os seus seios. Seu cabelo estava solto, fazendo com que ficasse mais atraente.

Vou tomar um banho ele se afastou.

3/4

+15 BONOS

Quer que eu vá com você? – perguntou.

Posso ser útil em alguma coisa.

Não precisa, fica aqui e me espera.

Respondeu, saindo dali, indo em direção ao seu quarto.

Enquanto o esperava, Eva levou os pratos para a mesa e abriu a garrafa de vinho.

Alguns minutos depois, Ethan chegou, vestido com uma roupa bem confortávelsentou–se a mesa e começou a comer. A comida estava boa, do jeito que ele gostava, o vinho foi bem

escolhido e tudo parecia perfeito.

Mas por que ele não se sentia confortável ali?

 

 

Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO por Célia Oliveira

Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO por Célia Oliveira

Score 9.6
Status: Ongoing Type: Author: Artist: Released: Feb 27, 2024 Native Language: Spanish
Leer Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO por Célia Oliveira - Rafaela, em busca de deixar para trás seu amor não correspondido pelo antigo chefe, o doutor Tácio Duarte, decidiu começar uma nova vida em Nova York. Instalada em uma área privilegiada da cidade e com um trabalho seguro, quase tudo parecia perfeito em sua vida, exceto pela falta de um amor verdadeiro. Após ser transferida de departamento de forma inesperada, ela se viu trabalhando para um novo chefe, repleto de peculiaridades. Em uma tentativa de distração, Rafaela decide sair com uma amiga para um bar. Lá, ela se depara com um homem irresistível, que desperta emoções há muito adormecidas em seu coração. Uma conversa envolvente, alguns drinques e uma noite memorável fizeram-na acreditar que o amor poderia estar novamente ao seu alcance. Contudo, seus planos desmoronam quando ela descobre que o homem dos seus sonhos é, na verdade, seu novo e insuportável chefe.
Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO por Célia Oliveira

Sinopsis

Ciúme,Poderoso,Chefe CEO,Opostos se atraem,Grávida,Homem/Mulher,Romance,

Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Options

not work with dark mode
Reset