Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO Capítulo 99

Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO Capítulo 99

Capítulo 0099

Filho?

Será mesmo que havia escutado aquilo corretamente?

Talvez fosse o vento, ou barulho dos carros, ou até mesmo a sua cabeça que pensava no bebê que estava gerando em sua barrigaque a fez escutar aquilo errado.

F–filho? Você tem um filho?

Perguntou gaguejando.

Eu tinha…

respondeu triste.

Como assim? O que aconteceu? Onde ele está?

Não havia dado conta de quantas perguntas havia feito em seguida.

Ele não chegou a nascer

respondeu com o tom de voz triste.

-C–como assim? estranhou aquela resposta.

Quer saber, está muito frio. É melhor sairmos daqui, ou congelaremos.

Ethan saiu dali, atravessando a pista, indo em direção aonde o seu carro estava estacionado.

Ainda chocada com o que acabou de ouvir, o acompanhou e chegando no carroencontrou

Ethan sentado no banco do motorista.

Deixa que dirijo para você. – Ela pediu.

Não precisa, já estou me sentindo bem melhor

respondeu.

Tem certeza?

Entra logo, vou te deixar na sua casa.

O jeito sério e durão dele havia voltado, e não parecia que iria falar mais alguma coisa sobre aquele assunto.

Os dois seguiram em silêncio, até chegar no prédio onde Rafa morava.

Você quer entrar? Quando percebeu, já havia feito aquela pergunta. manhã, talvez queira tomar café.

Já é quase oito da

Eu aceito

respondeu.

Entrando em seu apartamento, pediu que ele ficasse à vontade na sala, e já foi direto para a cozinha, preparar algo para comerem. Como Kate não apareceria por ali tão cedo, não haveria nenhum problema.

Enquanto esperava algumas torradas ficarem prontas, resolveu fazer também, omelete e suco

1/2

+15 BONOS

Capítulo 0099

Filho?

Será mesmo que havia escutado aquilo corretamente?

Talvez fosse o vento, ou barulho dos carros, ou até mesmo a sua cabeça que pensava no bebé que estava gerando em sua barriga, que a fez escutar aquilo errado.

F–filho? Você tem um filho?

Perguntou gaguejando.

Eu tinha… — respondeu triste.

Como assim? O que aconteceu? Onde ele está?

Não havia dado conta de quantas perguntas havia feito em seguida.

Ele não chegou a nascer

respondeu com o tom de voz triste.

– C–como assim? – estranhou aquela resposta.

Quer saber, está muito frio. É melhor sairmos daqui, ou congelaremos.

Ethan saiu dali, atravessando a pista, indo em direção aonde o seu carro estava estacionado.

Ainda chocada com o que acabou de ouvir, o acompanhou e chegando no carro, encontrou Ethan sentado no banco do motorista.

Deixa que dirijo para você. Ela pediu.

Não precisa, já estou me sentindo bem melhor respondeu.

Tem certeza?

Entra logo, vou te deixar na sua casa.

O jeito sério e durão dele havia voltado, e não parecia que iria falar mais alguma coisa sobre aquele assunto.

Os dois seguiram em silêncio, até chegar no prédio onde Rafa morava.

Você quer entrar?

Quando percebeu, já havia feito aquela pergunta. – Já é quase oito da manhã, talvez queira tomar café.

Eu aceito

respondeu.

Entrando em seu apartamento, pediu que ele ficasse à vontade na sala, e já foi direto para a cozinha, preparar algo para comerem. Como Kate não apareceria por ali tão cedo, não havería nenhum problema.

Enquanto esperava algumas torradas ficarem prontas, resolveu fazer também, omelete e suco

+15 BONOS

Sua casa é aconchegante.

Ethan entrou na cozinha, dizendo, o que a assustou um pouco,

Obrigada, a decoração foi toda feita pela Kate.

Não é estranho dividir um apartamento com outra pessoa?

Para mim não é. A Kate é como uma irmã, me sinto muito confortável com ela aqui em casa.

Quem teve a ideia de morarem juntas? ele perguntou.

Ela — respondeu. – Ficamos sabendo que a imobiliária estava vendendo esse apê, e ela descobriu que os funcionários teriam uma porcentagem de desconto, então ela correu e me contou a ideia. Como já morávamos de aluguel, e eu pretendia ficar aqui por muito tempo, nem pensei duas vezes. Juntei todas as minhas economias de anos, com a dela, e demos a entrada.

-E se uma de vocês se casarem, como será?

Aquele assunto nunca foi tocado pelas duas, já que nenhuma tinha aquele pensamento quando

se mudaram.

Bem, nunca pensamos nisso.

-Então agiram por impulso

Ethan comentou.

-Não foi impulso – interveio. Acredito que se um dia isso acontecer, entraremos em comum acordo.

Não seja inocente – zombou.

– Conheço muitas amizades que se acabaram assim.

– Não queira nos colocar uma contra a outra — respondeu incomodada. – Acho que ela ficará

com o apartamento no final.

Por quê?

A questionou.

Porque sei que um dia voltarei para o Brasil.

Ao escutar aquela frase, o semblante de Ethan mudou. Por que aquilo lhe desagradou tanto?

– Então está levando a sério os seus planos com o seu amor platônico? – Zombou.

Aquilo nem se passava por sua cabeça. Só pensava que deveria retornar para o Brasil, pois seu filho ficaria com sua mãe.

Quem sabe, podemos dar certo

respondeu

Seria bom se Ethan percebesse que ela não estava mais interessada nele.

Que interessante, o mesmo homem que te fez sair de seu país natal, fará você voltar.

415 BONOS

Seu tom era de ironia, mas, na verdade, não gostava nada, daquela ideia.

Pois é. É um belo roteiro de romance, não acha

Você sabe o que penso sobre isso, não me faça estragar os seus sonhos.

Ela riu, colocando as coisas que preparou na bancada. Rafa estava curiosa sobre o que aconteceu entre ele e Eva, já que a última vez que o viu, Ethan havia dito que iria terminar com Eva a noite.

Embora quisesse tocar naquele assunto, decidiu que não iria perguntar nada mais sobre a sua vida pessoal, queria mostrar desinteresse, ficar bem distante, mesmo estando dividindo o mesmo ambiente.

Por favor, não estrague os meus sonhos pediu, colocando um pedaço de torrada na boca.

Ethan também começou a comer, mesmo assim, não deixou de comentar.

É estranho. — ele disse.

O quê?

Vocês estão se relacionando, mas não estão juntos num dia como esse. Devia aproveitar que está de folga.

Estamos indo com calma respondeu sem graça.

Achei que por ele ser o grande amor de sua vida, não iria relutar.

Uma coisa não anula a outra. O fato de amá–lo, não significa que sou uma pessoa fácil, quero vivenciar a conquista, a saudade, sabe? Essas coisas que os romances proporcionam.

Rafaela estava mentindo tão bem, que estava quase acreditando em suas mentiras.

Quantos anos você tem mesmo? Está falando como uma adolescente de 15.

Já pedi para não estragar os meus sonhos –

riu. E você Ethan, tem quantos anos?

– Estou prestes a fazer trinta.

Sério mesmo?

Acredite se quiser – riu, dando um gole em seu suco.

Today’s Bonus Offer

Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO por Célia Oliveira

Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO por Célia Oliveira

Score 9.6
Status: Ongoing Type: Author: Artist: Released: Feb 27, 2024 Native Language: Spanish
Leer Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO por Célia Oliveira - Rafaela, em busca de deixar para trás seu amor não correspondido pelo antigo chefe, o doutor Tácio Duarte, decidiu começar uma nova vida em Nova York. Instalada em uma área privilegiada da cidade e com um trabalho seguro, quase tudo parecia perfeito em sua vida, exceto pela falta de um amor verdadeiro. Após ser transferida de departamento de forma inesperada, ela se viu trabalhando para um novo chefe, repleto de peculiaridades. Em uma tentativa de distração, Rafaela decide sair com uma amiga para um bar. Lá, ela se depara com um homem irresistível, que desperta emoções há muito adormecidas em seu coração. Uma conversa envolvente, alguns drinques e uma noite memorável fizeram-na acreditar que o amor poderia estar novamente ao seu alcance. Contudo, seus planos desmoronam quando ela descobre que o homem dos seus sonhos é, na verdade, seu novo e insuportável chefe.
Caminho Traçado Meu bebê é filho do CEO por Célia Oliveira

Sinopsis

Ciúme,Poderoso,Chefe CEO,Opostos se atraem,Grávida,Homem/Mulher,Romance,

Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Options

not work with dark mode
Reset